16 março 2007

A ventura

Um dia
Uma escolha
Sem pretensões

Transformações

Encontro o outro no viver
E Vinícius toma minha forma
Quero tornar a sentir:
assim, assim
De um jeito leve
Descontraído
Como uma dor que explode do peito
E te faz novamente viver.

Vivo para conquistar
E viver sem amar
é chorar sem querer
é sofrer sem motivo
é perder e sorrir

Quem ama se destrói
para se refazer no seio do sentimento
Uma catástrofe interior
que se torna o prazer mais sublime
porque quem ama morre
e renasce no corpo do outro.

3 comentários:

gigi disse...

Falo nada!!!! =)
feliz por vc...
bejins, querido!

Anônimo disse...

aahhh, o amor. Viva - o intensamente!!! Só assim serás feliz, amando...

Anônimo disse...

Sorte!