22 janeiro 2008

Ficar

Tenho um vício: sentar-me à varanda.
Ficar, ficar, ficar...
Não sei o que vejo.
Nem penso o que sinto.
Sei que fico, fico, fico...

Tenho medo de morrer ficando...

Quando sou, lembro, e quando lembro, penso.
Sei que sinto porque penso que sinto.
E assim deixo de ficar.
Só sinto ao me deparar com a vontade imensa
de retornar àquele instante
que não é lugar
não é matéria, não é espaço
é um tempo sem toque
um vestígio de encanto
é o sopro suave da melodia que percorre o ar
sem seu amparo.
Para o impulso
existe apenas a motivação de sua presença.
Não é seca nem amarga a tensão que nos impele a fazer
(não a pensar).
Não é nada
Porque dizer é tentar saber.
Saber não se sabe
Sentir é sentir.
E ficar é sentir sem precisar pensar em sentir.
Ficar deve ser amar, pois.

4 comentários:

Anônimo disse...

Então me diga moço onde foram parar os meus versos?
Onde escondeu?
Jogou fora?
Botou numa caixa escondida no armário?
Onde estão?
Quero devolta!
Eram meus e você não podia ter sumido com eles.
Por favor, diga para mim o que fez com os meus versos...?

Giselle disse...

lindo...lindo!
adorei, como sempre!
Me lembrou o conto da clarice q eu fui conhecer outro dia, "Por não estarem distraídos"

"(...)
Como eles admiravam estarem juntos! Até que tudo se transformou em não. Tudo se transformou em não quando eles quiseram essa mesma alegria deles. Então a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas. Ele procurava e não via, ela não via que ele não vira, ela que, estava ali, no entanto.
No entanto ele que estava ali. Tudo errou, e havia a grande poeira das ruas, e quanto mais erravam, mais com aspereza queriam, sem um sorriso. Tudo só porque tinham prestado atenção, só porque não estavam bastante distraídos. Só porque, de súbito exigentes e duros, quiseram ter o que já tinham. Tudo porque quiseram dar um nome; porque quiseram ser, eles que eram.
(...)"

Juliana Veiga disse...

Lindo, Fred!
Gostei especialmente:
"E ficar é sentir sem precisar pensar em sentir.
Ficar deve ser amar, pois."

Bjos

Cariana Dias disse...

Fred, conheci esse espaço ontem e o que me chamou mais atenção foi esse poema,gostei muito dele e inclusive escrevi um texto inspirado nele (embora meu texto não seja tão "romântico").