08 agosto 2008

Implícito

A maneira e o lugar comum
O princípio do precipício
Aberto
Ilícito
Incerto
Implícito...
No pedaço de espaço
O chamado
O amor
A doçura desse pensamento
Incendeia
E eu já não quero o teu amor
Eu já não sei querer
Mas há ainda o que me alivia
Há a imagem, a paisagem, a sintonia
Há a vontade, a vaidade, a fantasia
E se nada mais houver meu bem
Guarde pra você
Nossa poesia.
Guarde pra você
O que poderia...

(autor desconhecido)

2 comentários:

alineresende7 disse...

"A doçura desse pensamento
Incendeia
[...]
Há a imagem, a paisagem, a sintonia
Há a vontade, a vaidade, a fantasia.."

Não foi à toa que escolhi essa =]

http://afilopoesia.blogspot.com/2008/01/implcito.html aí está.
Beijos!!

R. disse...

Ele tá certo... =)