06 setembro 2008

A dança do acasalamento EM SI.

O sexo é uma coisa estranha
A gente acha que são dois
Mais parece que é um por si
e outro só,

outro só
e um por si
(vice-versa
e versa-si)

Vem o malandro e reclama:

"É se é mais de dois?"

Até parece que´le pensàlem
de si...

Se são dois, três ou trezentos,
faz diferença nada,
na hora de ver, beijar e gozar (sofrer)
Dois é que se encontram
e de novo vão eles:

é um por si
e outro só
(versa-e-si
e outro lá)

O tema é desilusão
porque moral vocês conjugam
e lá, quando as paredes é que olham,
Não tem sexo, não tem nada

é um por si mesmo
e só

(sem respirar e ver)

Um morto, outro vivo,
um morto, outro vivo...

3 comentários:

André Felipe disse...

Sensacionaaal !

Gostaria de saber o autor...

Abçs,André !

Anônimo disse...

Mário é devagar!

maru disse...

du boi ta bão.