12 julho 2010

O porquê dos textos dos outros

Antes que alguém reclame,
eu explico:
ando lendo
e encaro minhas fraquezas
e dificuldades.
Uma delas: escrever.
Quero deixar de ser reiterativo,
por isso leio.
Um dia, quem sabe, me torno escritor
realmente.
Mas, como diria o meu bom e velho pai:
"se você não lê, como quer escrever?"

3 comentários:

Yan Duffs disse...

Adorei a ideia de expor os poemas de outros, diversas vezes tive vontade de fazer algo assim no blog, mas nunca tive a iniciativa... Muito bom isso, até porque como ainda não chegamos (principalmente eu) a tamanha capacidade poética como esses grandes nomes, nem sempre conseguimos expressar tudo o que sentimos em nossos próprios poemas. Mas esses sentimentos podem ser comuns a ícones como Gil, Chico, etc. E eles sim conseguem expressar nossos sentimentos como nós mesmos não conseguimos. Pelo menos foi assim que eu interpretei a iniciativa, me corrija se tiver falando besteira.

Usnave disse...

Todo grande escritor precisa, antes, ser um grande leitor, mas um leitor dos grandes escritores.

Maniqueas disse...

E para ler é preciso escrever.