05 maio 2010

O conteúdo

O que tem dentro da garrafa?
"Para saber,
Basta abri-la".

Não quero vê-la sem tampa.
Pelo menos por enquanto,
Eu acho.

É necessário saber o conteúdo?
Por quê?

Vou abri-la.
Não, não vou.

“Deixe-a fechada.
Fechadinha”.

A garrafa não é totalmente
Transparente.
Vejo a imagem do conteúdo.

Pus os óculos.
Comprei uma lente.
Fiz uma luneta.
Nada.

Ainda existe a garrafa.
O vidro entre mim e o conteúdo.
Posso abri-la ou quebrá-la.

?
Uma pontuação insistente.

Um comentário:

Yan Duffs disse...

Porra fred muito bom o poema, adoro essas paradas subjetivas .. tipo é maneiro que todo mundo pode intender de uma maneira diferente .. pena que não consigo escrever assim =/ , ah falando nisso se vc puder tem como dar uma olhada lá no meu blog, dá uma criticada lá , fala se tá ruim, péssimo ou horrivel .. hahaha .. http://www.pardalduffs.blogspot.com/ .. Abração até terça na aula (¬¬')