28 outubro 2009

Descrições da vida num pedaço de papel virtual


Digam-me um sonho ou um pesadelo (ou as duas coisas)!

6 comentários:

Usnave disse...

"Ao lado de Deus e da Morte, me perdi entre o nada e o infinito. Não tinha corpo, era só consciência e medo. E, durante um tempo sem tempo, ouvi a Morte - com sua foice de alma - sorrir e cantarolar, enquanto Deus tecia um laço entre o corpo, o espírito e a carne de uma menina, que, antes de existir, chorava deseperadamente, como alguém diante do próprio fim".

Maryana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Vidal disse...

Um sonho: Ainda que utópico, gostaria de acordar um dia e ver sim um mundo diferente, mais prestativo e com o tal do "Amor". Em tempos fortemente segregador, seria ótimo uma mudança... Por isso que acho um sonho.. mais não considero impossível.. E você Fred? Acha o mesmo, ou apenas repete o que escuto varias vezes dizer que é pura utopia.

Igor disse...

Costumo ter sonhos estranhos,mas este foi sensacional!
Simplismente sonhei que todos eram gatos(animal msm),só nos comunicavamos pelo "miau" e o mais brizarro: Nos entediamos perfeitamente,cada miado tinha seu significado.

Igor disse...

Pesadelo:Andando pela rua,deparo-me com pessoas sem pés,porém,em total normalidade,e eu fiquei completamente desnorteado:"Porra,as pessoas sem pé e ninguém acha estranho?".Chegou em um certo ponto que já não me aguentava de tanta angústia e as pessoas pareciam não me notar,muito menos minha expressão,até que comecei a correr e me deparei com uma vitrine,parei e tomei um grande susto que me fez acordar... Eu também não tinha pé ¬¬ haha BIZARRO!

Arthur Silverwood disse...

Sonhei isso realmente. Estava em casa sonolento quando caminhei até a janela do meu quarto. Lá ao longe, a praia estava cheia de elefantes, e estes se banhavam com a agua do mar, mas infestado mesmo de elefantes. Quando olhei para o lado, ainda na janela, enconstados em um prédio alto, haviam vários quadros gigantescos, e de vez em quando passava um helicóptero e pegava um quadro. Corri para contar pra alguém aqui em casa, mas nao tinha ninguém. Eu estava sozinho. Então eu acordei.
Meio louco, mas só metade.