27 outubro 2009

Perguntar pra responder 3

Qual é a definição da palavra AMOR?

11 comentários:

Usnave disse...

Não vale:

HUMOR

Nem:

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Maryana disse...

Sabe quando existe alguém que faz seu coração parar de funcionar e mexe com seus pensamentos de modo que você só consegue pensar nele?
Quando os olhares se cruzam e você percebe que há um brilho intenso entre eles...
O toque dos lábios... Ahhh o toque dos lábios, sempre intenso e apaixonante...
Você não consegue ficar longe daquela pessoa nem mesmo por um segundo...
Amor, o que é amor? A palavra não tem definição. Apenas quem sabe é quem sente ou um dia já sentiu.
Beijos.

Marcela disse...

É MUITA COISA!
E falo sério, já usei o backspace milhões de vezes tentando responder.
A melhor definição que tenho:
amor é a subjetividade em pessoa.

Usnave disse...

Por que eu gosto tanto destas duas meninas? Obrigado!!!!!

Definir o indefinível parece uma tarefa impossível. Entretanto, como todo ser humano, cada um de nós vai tentando, do jeito que dá, construir uma unidade simbólica para represtentar.

Amar poderia ser apenas amar.

Mas amar é ser bicho novamente e viver em franca espontaneidade.

Amar é ser humano.

E as máquinas não amam. Por isso, nossos homens modernos não amam, porque são máquinas. E as máquinas têm funções objetivas, das quais não podem fugir.

Hélio Oiticica diria: "Seja marginal, seja heroi".

Eu digo: "Seja marginal, ame!"

Anônimo disse...

O amor é é paciente, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não arde em ciúmes, não se ensoberbece. Não se porta inconvenientemente, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não se alegra com a injustiça, mas sim com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba.

Patrícia Albuquerque e Silva disse...

Eu amei, mais do que devia amar
Eu amei, mais do que devia amar
Eu amei, mais do que devia amar.
Mas eu amei, e sei que amar é tudo.
E tudo o que quero é amar de novo.
Será que amar de novo não é possível?
Será que podemos ter amores?
Ou será que teremos apenas um amor?
Eu amei como devia.
Eu amei como devia.
Eu amei como devia.
E me retrato com o amor,
porque o espelho desconfia.
Tirei uma foto no espelho.
Tirei uma foto do espelho.
E agora virei espelho de foto.
Ou será foto de espelho?

La chica morena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M disse...

"A paixão é uma loucura temporária. Surge como um terremoto e depois se acalma. E quando se acalma é preciso tomar uma decisão: ver se as suas raízes ficaram tão entrelaçadas ao ponto de ser inconcebível se separarem, porque nesse caso o que passa a existir é o amor. O amor não é uma falta de fôlego, nem excitação ou o desejo de se acasalar a cada segundo do dia. Não é imaginar beijos em cada parte do corpo, porque isso é estar apaixonado, coisa que qualquer um de nós pode se convencer que está. Amor é aquilo que sobra quando a paixão se consumiu. Não parece emocionante. Mas é."

(o capitão corelli)

vale essa? HAHAHAHA
Cara, não tem como definir, né. A única coisa que eu posso dizer é que é o sentimento mais digno, o melhor (quando você lida direito com ele).

Arthur Silverwood disse...

Amor é Roma ao contrário

Laura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raskólnikov disse...

"O amor eh quintessencia, do Belo, do Bom e do Verdadeiro, o que remodela sua face iscrota, o que sublima sua existencia mesquinha "